Mais amor (próprio), por favor!

Avaliação

Pelo menos oito em dez pessoas tem problemas com autoestima. Embora as doenças consideradas do século XXI sejam a depressão e a ansiedade, pode-se afirmar que a baixa autoestima tem papel importante no surgimento dessas doenças.

mais amor

Compreenda que ter uma autoestima saudável não quer dizer que você tenha de ser dona de um corpo malhado, longos cabelos dourados e olhos azuis! Muitas mulheres com essas características, acredite ou não, também sofrem com a autoestima.

A autoestima significa aceitar-se como se é: alta, baixa, magra, cheia de curvas, cabelo curto, comprido, olhos azuis ou castanhos. É saber o seu valor como parte integrante da sociedade, como mulher, como profissional, como companheira, mãe ou filha.

É, também, aceitar que a perfeição não existe, porém é possível, sim, vencer as próprias más tendências a fim de se tornar uma pessoa melhor.

Parece bem fácil, mas a verdade é que quando não se tem esses conceitos cravados na alma, fica difícil acreditar que qualquer pessoa, qualquer uma mesmo, tem seu lugar e seu valor na sociedade em que vivemos.

Dicas para elevar sua autoestima

Embora, muitas vezes, o problema seja mais complicado e, há atitudes que podem ajudá-la a trilhar um caminho de autoaceitação e amor próprio:

  • Conhecer-se a si mesmo é imprescindível para elevar a autoestima. O que a faz feliz? O que a entristece? Quais são seus valores e limites? Reflita sobre essas questões e tente reconhecer a resposta para cada uma delas. Depois de estabelecidas, viva por essas regras.

Em outras palavras, aprenda a dizer NÃO ao que lhe incomoda e que não tenha a ver com seus valores. Fazer algo sem vontade ou interesse é um grande desrespeito com você mesma.

  • Compreenda que você é uma pessoa completa. Isso quer dizer que você tem defeitos e qualidades como qualquer outro. Ninguém é só defeitos ou a pura perfeição. Tente pensar de maneira racional e identificar quais são suas qualidades.

Você é boa em apaziguar a briga dos seus filhos? Você tem facilidade em lidar com o orçamento doméstico? Você é organizada? É uma boa funcionária? É generosa com os outros?

Você vai se surpreender com a quantidade de coisas que você sabe fazer bem!

  • Ter grandes objetivos de vida é maravilhoso, afinal de contas viver sem ter uma meta é o mesmo que dirigir um carro sem rumo. Porém, objetivos grandiosos não são para todos.

Algumas pessoas precisam estabelecer pequenas metas no dia a dia para poderem caminhar rumo às grandiosidades.

Tente reconhecer se você se encaixa nessa categoria e estabeleça metas diárias a serem cumpridas. Ah, e não se esqueça de celebrar toda e qualquer vitória! Nenhuma é pequena demais e você merece receber os louros por todas!

  • Caminhar mais significa ter um tempo livre para botar o pensamento em ordem. Pesquisas indicam que dar uma pausa na correria do dia a dia e dar uma volta no quarteirão, aproveitando para respirar e observar a paisagem, melhora a concentração nos assuntos mais importantes.

Do ponto de vista fisiológico, caminhar ativa a circulação dos membros inferiores e aumenta a oxigenação sanguínea, evitando o surgimento de doenças circulatórias, principalmente àquelas pessoas que passam a maior parte do dia sentadas.

Além disso, dar um tempo nos seus afazeres pode contribuir até para que você consiga visualizar a solução para algum problema mais complicado. Vale a tentativa.

Você também pode se interessar por:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *